Vitamina B6 – a vitamina da energia

O que é a vitamina B6?

Descoberta nos anos 30, a vitamina B6, também conhecida como hidrocloreto de piridoxina, é actualmente uma das mais estudadas de todas as vitaminas do complexo B. Ela está envolvida em mais de 100 reacções enzimáticas.

Funções da vitamina B6

A vitamina B6 é essencial no processo digestivo, transformando os hidratos de carbono, proteínas e gorduras em energia. É também muito importante para o funcionamento correcto dos sistemas nervoso e imunológico. Está também envolvida na síntese de hemoglobina.

Essencial para a síntese de moléculas importantes

É difícil encontrar uma categoria de moléculas do nosso corpo que não dependa de alguma forma da vitamina B6 para a sua produção. Muitos dos blocos básicos das proteínas, os aminoácidos, necessitam de quantidades adequadas de vitamina B6 para a sua síntese. Os ácidos nucleicos, responsáveis pelo armazenamento e transmissão da informação genética, precisam desta vitamina. A vitamina B6 é, assim, uma parte essencial na formação de praticamente todas as novas células do corpo.

Participa no processamento dos hidratos de carbono

O processamento dos hidratos de carbono (açúcares e amido) no nosso corpo depende da disponibilidade de vitamina B6. Esta vitamina facilita a quebra do glicogénio (uma forma especial de amido) armazenado nas células musculares. O glicogénio é essencial para as actividades desportivas, uma vez que proporciona energia para a actividade desportiva.

Quais são os sintomas de deficiência de vitamina B6?

Devido ao seu papel na formação de novas células, a vitamina B6 é especialmente importante para a regeneração dos tecidos do corpo. A pele é um dos destes tecidos e é um dos primeiros a mostrar a deficiência de vitamina B6. Várias desordens de pele foram já associadas à falta de vitamina B6, como o eczema e a dermatite seborreica.

O papel importante da vitamina B6 no sistema nervoso faz com que possam existir episódios de convulsões, depressão, autismo e epilépsia quando existe deficiência desta vitamina. Ela também participa na formação dos glóbulos vermelhos, logo, a sua deficiência pode causar sintomas de anemia, mal-estar e fadiga.

Que factores podem contribuir para a deficiência de vitamina B6?

Para além de dieta insuficiente, o tabaco e o uso de alguns medicamentos podem contribuir para a deficiência de vitamina B6.

Dose diária recomendada de vitamina B6

- 1,4 mg/dia para os homens

- 1,2 mg/dia para as mulheres [*1]

Fontes de vitamina B6

Excelentes fontes de vitamina B6 incluem courgettes, pimentão, nabo, cogumelos, espinafres, alho, couve-flor, mostarda, couves, aspargos, brócolos, acelga, feijão verde, tomate, salmão, atum, fígado de vitela e peru.

Em caso de suplementação, a vitamina B6 costuma ser ingerida em conjunto com o magnésio, dado que a sua biodisponibilidade aumenta com a presença daquela vitamina.

Vitamina B6 em excesso

Se existir um consumo excessivo de vitamina B6 poderão acontecer desequilíbrios no sistema nervoso (formigueiros nas mãos). Ao que os dados disponíveis indicam, estes desequilíbrios só acontecerão se a dose diária de vitamina B6 ultrapassar os 2 gramas diários.

________________________________________________________________________________________

REFERÊNCIAS OU NOTAS:
[*1] – Institute of Medicine. Food and Nutrition Board, Dietary Reference Intakes: Thiamin, Riboflavin, Niacin, Vitamin B6, Folate, Vitamin B12, Pantothenic Acid, Biotin, and Choline, Washington, DC: National Academy Press; 1998, (LINK)
Leave a Reply